INSTALAÇÃO LISBOA

GRADA KILOMBA: O BARCO 

De 03 de Setembro a 17 de Outubro de 2021, MAAT - Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia em Lisboa exibe a instalação Barco/The Boat da artista Grada Kilomba. Esta instalação, que também foi submetida como projeto a concurso para o Memorial de Homenagem às Pessoas Escravizadas, consiste em 140 blocos que formam a silhueta do fundo de um navio, traçando meticulosamente o espaço criado para albergar os corpos de milhões de africanos escravizados pelos impérios europeus. No imaginário ocidental, um navio é facilmente associado à glória, liberdade e expansão marítima, referida como "descobertas", mas segundo o artista, "um continente de milhões não pode ser descoberto", nem "um dos capítulos mais longos e cruéis da humanidade - a escravatura - pode ser apagado". Esta primeira instalação de grande escala de Grada Kilomba estende-se por 32 metros ao longo do rio Tejo, recordando histórias e identidades esquecidas.

Comissão e produção: BoCA - Bienal de Arte Contemporânea Coproduzida pelo MAAT - Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia, Staatliche Kunsthalle Baden-Baden.

Parceiro: Câmara Municipal de Lisboa / EGEAC 

+-

Biografia da Artista

Grada Kilomba

Ela é uma escritora, teórica e artista interdisciplinar portuguesa residente em Berlim. O seu trabalho baseia-se na memória, trauma, raça e gênero, e foi traduzido em várias línguas e publicados em inúmeras antologias internacionais, bem como encenado internacionalmente. O seu trabalho é especialmente conhecido por criar um espaço híbrido onde as fronteiras entre as linguagens académicas e artísticas se confinam, usando uma variedade de formatos desde a escrita à encenação dos seus textos, assim como instalações de video e performance, criando o que ela chama de “Performing Knowledge.”

Grada Kilomba tem apresentado o seu trabalho em renomeados espaços de exibição, teatro, e academia, como o Vienna Secession Museum, Brussels Bozar Museum, London Maritime Museum, Centro International de Artes José de Guimarães, Kampnagel House, Oslo Literature House, Maxim Gorki Theater, Berliner Festspiel Haus, Ballhaus Naunynstrasse, Theater Münchner Kammerspiel, University of Stockholm, University of Amsterdam, University of London, University of Accra, Universidade do Rio de Janeiro, Academy of Fine Arts in Vienna, among others.

Grada Kilomba tem ensinado em diversas universidades internacionais, tendo sido por último Professora de Estudos de Gênero e Estudos Pós-Coloniais, na Universidade de Humboldt, em Berlim. Actualmente, Grada Kilomba é curadora no Teatro Maxim Gorki, em Berlim, onde está a desenvolver uma série de Artist Talks e Post-colonialismo.

Links:
https://gradakilomba.com

Mais informações:
https://www.maat.pt/pt/exhibition/grada-kilomba-o-barcothe-boat