Festa

28

Maio

2022

10h00

Presencial

São Bento e Jardim do Goethe-Institut Lisboa

Festa do projeto ReMapping Memories Lisboa - Hamburg: Lugares de Memória (Pós)Coloniais

Com um passeio-áudio à cidade literária, uma festa com leituras visionárias e uma intervenção artística nos ferries entre Lisboa e a margem sul do Tejo, o Goethe-Institut Portugal, juntamente com muitos colaboradores e convidados, celebrará no dia 28 de Maio o fecho preliminar do projecto ReMapping Memories Lisboa - Hamburg: Lugares de Memória (Pós)Coloniais e convida à participação de todos.

Após dois anos de reflexão e intervenção sobre as diferentes facetas pós-coloniais das cidades portuárias de Lisboa e Hamburgo, é tempo de entregar o projecto às duas sociedades para que esta troca possa continuar a muitas vozes. 

+-

ProgramA



Após dois anos de reflexão e intervenção sobre as diferentes facetas pós-coloniais das cidades portuárias de Lisboa e Hamburgo, é tempo de entregar o projecto às duas sociedades para que esta troca possa continuar a muitas vozes.

Para os mais madrugadores, logo a partir das 10.00h, a associação Batoto Yetu dinamizará uma visita guiada pela zona de São Bento ao som das memórias auto-biográficas do escritor cabo-verdiano Joaquim Arena sobre este bairro de Lisboa, abordando também outros aspetos da presença africana nessa zona da cidade. A peça sonora, produzida em colaboração com o Teatro do Bairro Alto, será lançada nesse dia como podcast, ficando posteriormente disponível online, como passeio-áudio autoguiado. A entrada é livre, mas sujeita a marcação através do e-mail: [email protected]

A partir das 16h30, no jardim do Goethe-Institut, haverá festa com a presença musical do DJ Lucky e moderação de Mariama Injai. Decorrerá também uma tertúlia sob o lema “leituras visionárias”, com contribuições de autores, entrevistados, artistas e ativistas que participaram ao longo dos últimos anos no ReMapping Memories, como Inocência Mata, Joaquim Arena, Filipa Lowndes Vicente, Ariana Furtado, Eduardo Ascensão, entre outros.

Ainda neste dia festivo, inauguramos a intervenção Entre margens: Vozes que atravessam o rio, um peças de teatro sonoro, produzida por jovens almadenses no âmbito do projeto educativo ReMapping Memories, sob direção artística da atriz e encenadora Zia Soares, direção pedagógica da Associação Faísca Voadora e sound design de Xullaji. Ao longo de uma semana, convidamos todos os interessados e curiosos a fazer uma viajem nos ferries entre Lisboa e a margem sul, acompanhados desta experiência teatral acústica. Destacando o ferry como lugar de trânsito sócio-político, esta intervenção artística dá-nos a conhecer realidades, ficções e sonhos entre a periferia e o centro de Lisboa. Este projeto conta com a parceria da Transtejo Soflusa e do Centro Comunitário Pia II - Espaço Jovem.